Ai, os Andes! | Oh, the Andes!

Lembro-me, desde que começámos a planear a viagem que o momento mais temido seriam os Andes. A Ana Luísa disse-me quando lhe contei da viagem: “América do Sul, os Andes, estás doida?”. Claro que isso não nos impediu de vir, mas em cada momento mais difícil, especialmente depois de ter enfrentado três sistemas montanhosos nos Estados Unidos (Apalaches, Rockies e Cascades), em cada subida que me deixava com a língua de fora eu só pensava que se estava naquele estado por uma subidinha de nada, como é que ia ficar nos Andes.

Pois bem, depois de tanto sofrimento por antecipação confirma-se, havia razões para tal!

Depois de meses de um passo relaxado, a evitar montanhas e a rolar animadamente por planícies e mais planícies vimo-nos na contingência de acelerar o passo, na tentativa ambiciosa de ver tanto quanto possível deste país fantástico que é a Colômbia. Chegou pois o momento da verdade, os Andes, as suas altitudes incríveis e as suas subidas íngremes, que enfrentamos devagar, muito devagar mesmo, com paragens para descansar e comer quase a um intervalo médio de dez minutos, apenas nas primeiras semanas do que vão ser meses de subidas ainda mais árduas e altitudes ainda mais estratosféricas.

As vantagens? Paisagens do outro mundo, para já verde e mais verde, a generosidade e amabilidade de quem nos vê em sofrimento e nos vai incentivando, seja através de ofertas de água e limonadas ou buzinadelas e acenos amigáveis, e claro, a incrível sensação de conquista a cada montanha vencida e, já em jeito de nota lateral, poder dizer que andamos a pedalar nas montanhas onde treina o Quintana Rojas, o vencedor do Giro de Itália.

Por tudo isto pedimos desculpa antecipadamente, seja por alguma falta de posts mais regulares – andamos cansados para escrever e nem sempre temos internet –, seja por uma futura obsessão com gradientes, subidas, descidas, montanhas e tempos, mas prometemos que pelo menos as fotos continuarão a ser de sítios absolutamente incríveis.

IMGP0175

I remember, since we started planning this trip that the most dreaded moment would be the Andes. Ana Luisa told me when I told her about the trip: “South America, the Andes, are you crazy?”. Of course that did not stop us from coming, but usually at hard times on the bike, especially after having faced three mountain systems in the United States (Appalachians, Rockies and Cascades), in each climb that left me super tired I just thought that if I was in that state doing those little climbs, how would I ever make it on the Andes.

Well, after so much suffering by anticipation I can confirm, there were reasons for it!

After months of a relaxed pace, avoiding mountains and rolling smoothely through the plains we found ourselves in contingency to accelerate the pace, in an ambitious attempt to see as much as possible of this fantastic country that is Colombia. So the moment of truth arrived, the Andes, the incredible altitudes and its steep climbs, the ones we face slowly, very slowly, with stops to rest and eat almost at an average interval of ten minutes, just the first few weeks of months to come, with even more arduous climbs and stratospheric altitudes.

The advantages? Fabulous landscapes, for now green and more green, the generosity and kindness of those who see us in pain and encourage us, either by offering water and lemonades or honks and friendly waves, and of course the amazing sense of achievement when we climb every mountain and, as a side note, we can say that we have cycled on the same mountais where Quintana Rojas, the winner of the Giro de Italia, trains.

For all this we apologize in advance, either by a lack of more regular posts – we are quite tired to write at the end of the day and do not always have internet – either by a future obsession with gradients, uphill, downhill, mountains and timings, but we promise that at least we will continue to post some photos of amazing sites.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Ai, os Andes! | Oh, the Andes!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s