Cartagena a bela | The beautiful Cartagena

De acordo com os guias Cartagena é a mais bonita das cidades coloniais colombianas, e as casas coloridas, varandas em madeira, bungavílias que enfeitam as ruas, praças e ruazinhas conferem charme à pequena vila rodeada de muralhas que em tempos a protegeram dos ataques de piratas. As fachadas estão bem preservadas e cuidadas e a oferta de restaurantes gourmet (há que tempos que não comíamos queijo bom e presunto!) e comércio turístico de qualidade conferem-lhe bastante charme e deambular pelas ruas, principalmente fora das horas de calor sufocante é um prazer.

Fora das cidades muralhadas a conversa é outra, a zona onde ficámos hospedados, Getsemani, ainda tem um certo charme boémio decadente, a Cartagena real é bem mais imperfeita e suja mas nem por isso desprovida de gente amável. Para completar a visita fomos até Playa Blanca, numa intricada viagem (a pé, autocarro, táxi, a pé outra vez) que se revelou uma ida à Nossa Senhora da Asneira, melhor dizendo, a uma armadilha turística. A praia em si seria bonita, não fosse a quantidade de barracas construídas para albergar veraneantes, restaurantes e albergues, tudo em pleno areal e em total desarmonia. Depois das praias imaculadas de San Blas, esta visita foi um choque, especialmente pelo também elevado número de pessoas tentando impingir massagens, colares, marisco, cocos, acompanhado pela quantidade exorbitante de turistas que fazem os preços subir e tornam o paraíso num inferno.

IMGP9580

IMGP1451

IMGP9583

IMGP1453

IMGP1454

IMGP1456

IMGP1463

IMGP9600

IMGP9609

IMGP1493

IMGP9629

IMGP9648

According to the guides Cartagena is Colombia’s most beautiful colonial cities, and colorful houses, wooden balconies, bougainvillea that adorn the streets, squares and alleys lend charm to the small village surrounded by walls that once protected her from marauding pirates The facades are well preserved and cared for and the supply of gourmet restaurants (after months we had for the first time good cheese and ham!) Tourist trade of quality give it enough charm and wandering the streets, especially out of the hours of sweltering heat is a pleasure.

Outside the walled cities is a a different story, the area where we were staying, Getsemani still has a certain bohemian decadent charm but the real Cartagena is far more imperfect and dirty, but not so devoid of friendly people. To complete the visit we went to Playa Blanca, and after intricate journey (by foot, bus, taxi and on foot again) it proved to be a that a trip to Our Lady of Blunder in the way of a tourist trap. The beach itself was beautiful the problem was the huge amount of tents built to accommodate vacationers, restaurants and hostels, all in the sand and in complete disharmony. After the pristine beaches of San Blas, this visit was a shock, especially for the large number of people also trying to foist massages, necklaces, seafood, coconuts, accompanied by exorbitant amount of tourists that make the prices go up and make heaven hell.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s