Equador em números | Ecuador in numbers

Nº de quilómetros percorridos: 1143 Km

Dia de entrada: 16.10.2014

Dia de saída: 01.12.2014

Estadia: 46 dias

Maior distância diária percorrida: 89,91 Km

Melhor média diária: 16,12 Km/h

Nº máximo de dias ciclados sem descanso: 8 dias

Nº de boleias apanhadas: 0.

Nº de outros transportes apanhados: 2 autocarros, um até Loja e outro de Loja até Piura no Perú.

Nº de noites: 46

Nº de noites em que acampámos: 17

Nº de noites passadas em motéis/hostels: 19

Nº de noites pagas: 20

Nº de dias parados: 21

Nº de furos: 0

Nº de correntes nas bicicletas: 0.

Problemas com as bicicletas: nenhum.

Nº máximo de dias sem tomar banho: um. Houve banhos de água quente, água fria e água gelada.

Dinheiro gasto: € 768 por mês.

Melhor momento: colocarmo-nos desafios difíceis em altitude e conseguir vencê-los. Ver o vulcão Cotopaxi e a Lagoa de Quilotoa e andar na estrada com a Sol e o Luciano

Pior momento: ficámos demasiados dias parados, quer por doença quer por inércia.

O Equador é um país bastante tranquilo e cheio de lugares únicos e desafiantes para os amantes da natureza e essa foi a característica que mais nos marcou. No entanto, este é também um país cheio de história, com um património arquitetónico invejável, especialmente na capital Quito, e uma população indígena que parece ter melhores condições de vida e estar mais bem integrada que noutros países que já passámos.

Tal como os países vizinhos tem climas e paisagens bem distintas, que variam consoante a altitude e a proximidade com o mar, e tem das maiores maravilhas naturais mundiais, os Andes e a selva amazónica. Não chegámos a visitar a zona costeira mas aventurámo-nos pelos trilhos andinos junto a vulcões que desafiam a altitude, e a nossa respiração ciclística, e adorámos vencer estes desafios. A companhia do Luciano e da Sol foram imprescindíveis para estes feitos e também para economizarmos algum dinheiro já que eles têm uma forma mais poupada de viajar à qual nós aderimos temporariamente.

Viajar na selva também se tornou muito interessante, mas quase tão íngreme quanto os Andes (o que andávamos a tentar evitar), e tivemos pouco contacto com os indígenas, já que para tal seria necessário entrar mais na selva e recorrer a agências de viagens especializadas.

No geral as estradas estão em boas condições e nas estradas principais é fácil encontrar onde comer, fora destas vias não existe tanta abundância de restaurantes. A comida é barata e a hospedagem também, embora um pouco mais caras que a sua vizinha Colômbia. A rede de transportes é muito barata (caso seja necessário apanhar um autocarro), e um em cada três carros são pick-ups, caso seja necessário apanhar uma boleia.

Como sempre gastámos um pouco mais do que previmos, já que nesta fase da viagem estamos bastante cansados de acampar, mesmo assim ficámos várias noites em quartéis de bombeiros e nas montanhas só não acampámos em Quilotoa.

IMGP2446

Number of miles traveled: 711 miles

Day of arrival: 16.10.2014

Day of departure: 30.11.2014

Stay: 46 days

Greater daily distance: 55,87 miles

Best daily average: 10,02 m/h

Maximum number of days cycled without stopping: 8 days

Number of rides taken: 0.

Number other transport caught: 2 buses, one to Loja and the other from Loja to the border.

Number of nights: 46

Number of nights where we camped: 17

Number of nights spent in motels / hostels: 19

Number of paid nights: 20

Number of days stopped: 21

Number of flat tires: 0

Number of chains on the bikes: 0.

Problems with the bikes: none.

Maximum number of days without showering: one. We had showers of hot warm and cold water

Money spent: € 768 per month.

Best moment: giving ourselves some hard challenges and being able to complete it. Seeing Cotopaxi volcano and Quilotoa crater and sharing the road with Sol and Luciano

Worst moment: we stopped for too many days, due to disease or pure laziness.

Ecuador is a very peaceful country and full of unique and challenging places for nature lovers and this was the feature that most impressed us. However, this is also a country full of history, with an enviable architectural heritage, especially in the capital Quito, and an indigenous population that seems to have better living conditions and be better integrated than in other countries where we passed.

As its neighboring countries it has very different climates and landscapes, which vary according to the altitude and proximity to the sea, and has the world’s largest natural wonders, the Andes and the Amazon jungle. We did not get to visit the coastal zone but we venture the Andean railing along the volcanoes that defy altitude, and our cycling breath, and we loved overcoming these challenges. The company of Luciano and Sol were essential for these achievements and they also made us save some money since they have a more spared way to travel to which we adhere temporarily.

Travel in the jungle was also very interesting, but almost as steep as the Andes (which we were trying to avoid), and we had little contact with the Indigenous people, since this would require entering further into the jungle and travel with specialized agencies.

Overall the roads are in good condition and on the main roads is easy to find where to eat, out on the small roads it becomes harder. The food is cheap and hostels as well, though a bit more expensive than its neighbor Colombia. The transport system is very cheap (if it becomes necessary to take a bus you pay one dollar for each hour traveled), and one in three cars are pick-ups so it seems easy to take a ride.

As always we have spent a little more than we predicted, since at this stage of the journey we are quite tired of camping, however we spent still several nights in fire stations and in the mountains we never payed for accommodation with the exception of Quilotoa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s