Dia 2 PL – de como nos perdemos dos nossos amigos, mas ganhámos um amigo novo | Day 2 PL – how we lost our friends, but gained a new one

Uma vez mais, os nossos novos amigos decidiram estabelecer um dia de quilómetros impossíveis, bom, impossíveis pelo menos para nós, eles conseguiram todos lá chegar. Eu diria mesmo que o Pedro também era menino para atingir o objectivo, mas, pobre diabo, tem que se aguentar com os meus limites (que já de si não são nada maus, diria eu, 105 km no dia anterior, 86 km neste segundo dia).

Uma vez mais, quis o destino que fôssemos os últimos a partir, desta vez até conseguimos estar prontos a horas decentes, mas acabámos por ter um furo mesmo antes de sair do parque de campismo.

Talvez por ser uma optimista nata, ou por às vezes cair na pura ignorância, ou porque simplesmente não olhei para os mapas, que até têm o perfil de altimetria, achava eu, que depois das Montanhas Rochosas não ia haver mais subidas, ou grandes montanhas. Nada mais errado, e o primeiro grande passe estava já aí à nossa frente, e não era nada meigo, 2.921 metros de altitude, 50 km de subida, uma boa parte com uma inclinação bastante acentuada. A meio do caminho juntou-se-nos o Tony, que por alguma razão decidiu acompanhar o nosso passo de caracol, ensinou-nos um jogo para dias difíceis, e perante o meu olhar de cachorrinho, à mistura com algumas lágrimas, acedeu a ficar connosco uns 30 km antes do objectivo do dia.

IMGP2496

IMGP6726

IMGP6728

IMGP2512

IMGP6733

Once again, our new friends decided to establish a day of impossible miles, well, impossible for us at least, because they all managed to get there. I would even say that Pedro would be able to reach the goal, but, poor fellow, he’s stuck with me and my limitations (which are not as bad, since I did 65 miles on the previous day and 53 miles on the second day) .

Once again, fate decreed that we were the last to leave, this time at a good hour to do do it, but we ended up having a flat even before leaving the campground.

Maybe because I’m very optimist, or because sometimes I fall into sheer ignorance or because I simply didn’t look at the maps, who have the elevation profile, I thought, that after the Rockies there would not be more big mountain climbs. Nothing could be more wrong, and the first big pass was right there in front of us, and it was not gentle at all, 9584 feet, 35 miles of climb, a good part of it rather steep. Halfway through it Tony joined us, and for some reason decided to accompany our snail’s pace, taught us a game for tough days, and before my puppy dog ​​eyes, mixed with some tears , agreed to stay us about 18 miles before the goal of the day.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s