Uma mudança de rota e New Haven à vista | A route change and New Haven on sight

Mudanças, mudanças, mudanças! Um dos benefícios de não termos qualquer tipo de compromisso é que podemos alterar os nossos planos a todo o instante. Usando uma metáfora um bocado pirosa podemos dizer que navegamos com uma bússola e não com um mapa. Sabemos onde queremos ir e qual a direcção mas como lá chegamos efectivamente é toda uma história diferente. 

Assim, apesar de já termos definido uma rota para chegar a Nova Iorque, quando nos disseram que havia outro caminho mais perto do mar, decidimos que talvez fosse boa ideia gozar os ares do mar por mais um tempo (claro que o facto da rota anterior ter muito mais subidas não teve nada a ver com isso).

E foi assim que nos vimos a caminho de New Haven, por um trilho encantador, que em tempos tinha sido uma linha de comboio mas que foi adaptado, e que por ora serve de passeio a bicicletas e peões.

Também tivemos a oportunidade de experimentar a primeira chuvada a sério. Deixem-me que vos diga, não derretemos, só ficámos molhados!

Claro que a melhor parte ainda estava para vir, quando batemos à porta de casa da Julia, que nos iria acolher, abriu-nos a porta o seu companheiro de casa que olhou para nós sem o mínimo indício de saber porque é que estávamos ali. Foi aí que pensámos que ainda tínhamos que por pés ao caminho para descobrir um sítio para ficar, felizmente o Michael era só muito distraído e rapidamente se desfez o equívoco. A Julia trabalha até tarde e por isso tivémos oportunidade de conhecer todos os restantes quatro co-habitantes da casa (extremamente simpáticos e atenciosos, diga-se em abono da verdade) e o gato mais amistoso da história, mas Julia só amanhã de manhã.

Sem título

Sem título

Sem título

Sem título
Changes, changes, changes! One of the benefits of not having any sort of arrangements is that we can change our plans whenever we want. Using this kind of corny metaphor we navigate with a compass but not with a map. We know where we want to go but to get there is a whole different story.

So, even tough we had already defined our route to get to New York, when Anthony told us there was another route near the Ocean, we decided to enjoy the sea breeze for a little longer (of course that the fact of the other route being hilly had nothing to do with it).

And that was how we say ourselves on our way to New Haven, along a very wonderful trail, adapted from an old rail track, that nowadays is used both by bicycles and hikers. We also had the chance to enjoy our first real rain, and guess what we didn’t melt, we only got wet!

Of course the best was yet to come, when we knock on Julia’s door, our host for the next two nights, her roommate opened the door and looked at us totally clueless about what we were doing there. Luckily we was just a very distracted person and rapidly the misunderstanding was solved. Julia works out late so we had the chance to know all other four co-habitants of the house (all extremely nice and thoughtful) and the most friendly cat of history, but Julia, probably only in the morning.

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Uma mudança de rota e New Haven à vista | A route change and New Haven on sight

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s