Uma estância de ski | A ski resort

Breckenridge foi a cidade que nos acolheu depois da grande subida ao Hoosier Pass. É uma estância de esqui no Inverno, mas no Verão sofre uma transformação e torna-se numa estância de montanhismo (a pé ou de bicicleta). O primeiro impacto foi o de se tratar de uma cidade muito betinha, cheia de atracções turísticas, lojas de grandes marcas e muito cara. Afinal de contas, depois de vermos o apartamento que tínhamos só para nós (e para o Garry), por via do Warren, através do site warmshowers, decidimos que valia a pena dedicar um dia a visitar a cidade. E que belíssimo dia!

Da nossa casa avistavam-se já as montanhas com os picos ainda cobertos de neve. O Garry, praticante regular de snowboard ia ilustrando o quanto a paisagem se transformava com tudo a ficar coberto de branco, com excepção das árvores. As lojas e equipamentos que agora se referem às bicicletas de montanha, passam a referir-se à prática de ski e snowboard, mas muitas outras coisas ainda mantêm vestígios de uma estação mais fria. Depois de uma prova de vodka, uísque e bourbon na destilaria da cidade e de uma boa pizza para almoço descobrimos que o teleférico é gratuito e assim nos metemos ao caminho montanha acima. Depois foi caminhar mais uns bons metros até chegar às partes que ainda tinham neve (em pleno Julho, imagine-se), regozijarmo-nos com as vistas do passe que tínhamos atravessado no dia anterior, imaginar as pistas de ski e transformar um dia de descanso num dia de caminhada.

O entusiasmo do Garry, a beleza e a dinâmica da cidade fizeram-nos ter vontade de experimentar “ir à neve”, provavelmente num sítio mais barato e perto de casa, já que um passe de uma semana custa a módica quantia de € 400.

IMGP6394

IMGP2115

IMGP6405

IMGP2133

IMGP2134

IMGP6434

IMGP6468

IMGP6483

Breckenridge was the city that welcomed us after the big climb to Hoosier Pass. It is a ski resort in winter, but in summer undergoes a transformation and becomes a mountain resort (walking or cycling). The first impact was that of being a very posh city, full of tourist attractions, upscale stores and overpriced. Despite of all that, after seeing the apartment we had to ourselves (and Garry), through the site warmshowers and Warren, we decided it was worthwhile to spend a day visiting the city. And what a beautiful day!

From our house we could the mountains with the peaks still covered in snow. Garry, regular practitioner of snowboarding was illustrating how the landscape was transformed with everything to get covered in white, with the exception of trees. The stores and equipment that now refer to mountain bikes, come to refer to the practice of skiing and snowboarding, but many other things still retain vestiges of a cold season. After a vodka, whiskey and bourbon tasting in the local distillery and a good pizza for lunch we found that the gondola is free and so we went up the mountain. Then it was time to walk a few more feet to get to the good parts that still had snow (in mid July, imagine), rejoice in with the views of the pass we had crossed the day before, imagine the ski slopes and turn a rest day into a hiking day.

Garry’s enthusiasm, the beauty and the dynamics of the city have made us feel like trying to spent a week in a ski resot, but in a site cheaper and closer to home, since a one-week pass cost the modest sum of 529 dollars.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s